❌🆘Aí vão 5 dicas de como identificar tecidos de má qualidade

 

1. Tecidos de boa qualidade são, por essência, mais macios. Chega a ser redundante dizer que você deve senti-lo, mas saber O QUE sentir é que será o diferencial, pois quanto mais liso, pesado (sim, tecidos bons são geralmente mais pesados) 3 maleável for o tecido, mais qualidade ele possuirá.
2. Quando o tecido é 100% natural a sua durabilidade, por consequência, também será maior, pois costumam ser mais resistentes e “respiráveis”, diferentemente das roupas de tecido sintético. Os tecidos sintéticos possuem uma textura mais rígida, e uma boa maneira de identifica-los é tentando amassá-los: quanto mais amassado ficar, menos qualidade ele terá.
3. Outra característica marcante dos tecidos sintéticos é a sua elasticidade, o que faz com que eles tenham a tendência em se deformar. Tecidos naturais não possuem elasticidade, então, fica bem mais fácil distingui-los identificar a porcentagem de originalidade utilizando esse critério.
4. Um sinal muito claro de má qualidade são aquelas bolinhas que ficam grudadas no tecido, e essas bolinhas tendem a se multiplicar na lavagem, por isso passe bem longe das bolinhas.
5. O valor do tecido também denuncia sua qualidade. Tecidos de baixo custo quase sempre não são originais, por isso não se deixe levar pela falsa ideia de economia: o barato pode sair caro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

1 + 18 =